Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

No Rio, estuprador do metrô é identificado. E já estava preso

Procurado desde janeiro, Adriano Willian de Oliveira foi detido por roubo e localizado no Complexo Penitenciário de Bangu

A mulher estuprada dentro de um banheiro do metrô, na Estação Central do Brasil, no Rio, reconheceu, nesta terça-feira, o homem que a violentou na noite do dia 4 de janeiro. Adriano William de Oliveira, 42 anos, que era procurado pela polícia havia mais de quatro meses, estava preso desde o dia 23 de fevereiro no Complexo de Gericinó, em Bangu, depois de ter sido detido em flagrante por roubo.

Leia também:

Leia também: Polícia procura estuprador que atacou estudante na Uerj

Polícia do Rio investiga estupro coletivo em festa de torcidas organizadas

Segundo o delegado Luiz Lima Ramos Filho, da 4º DP (Central), Adriano confessou o estupro. “Quando a vítima o viu, não teve nenhuma dúvida que ele era o homem que abusou sexualmente dela. Ele confessou o crime e alegou que estava sob o efeito de drogas”, afirmou o delegado Luiz Lima.

Casado e pai de uma menina, Adriano Willian violentou a mulher no banheiro exclusivo dos funcionários do metrô. Afirmando estar armado, ele exigiu que a vítima se despisse. Durante o crime, no entanto, a mulher percebeu que ele não estava armado e começou a gritar. Os gritos assustaram o criminoso, que fugiu, mas teve sua imagem gravada em uma das câmeras do circuito interno do Metrô Rio. A gravação foi divulgada pela polícia no dia 14 de maio.

Há três meses, uma série de estupros tem assustado os cariocas. No fim de março, uma turista americana passou seis sendo violentada e espancada por três homens dentro de uma van. A jovem e seu namorado foram mantidos presos no veículo, que passou por três cidades sem que ninguém desconfiasse das sessões de estupro e espancamentos que ocorriam em seu interior. No dia 17 de abril, uma garota de 14 anos foi estuprada no Leblon, na Zona Sul, no fim da tarde. Em 3 de maio, uma mulher foi estuprada dentro de um ônibus que atravessava a avenida Brasil, uma das principais vias expressas do Rio de Janeiro. A mulher foi estuprada, diante dos demais passageiros, com uma arma dentro de sua boca.

Leia também:

Estupro na van: criminosos se recusam à falar à Justiça

Turista americana foi estuprada oito vezes na van

Por dentro da mente de um estuprador

Pastor Marcos é acusado de estuprar menores e de matar uma delas

Vítimas do pastor Pereira Marcos afirmam que estupros eram parte da salvação

Mulher estuprada em ônibus no RIo lembra 1 hora de terror