Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Negociação por apoio à Previdência e Doria nas manchetes do dia

Planalto quer que partidos da base obriguem seus deputados a votar a favor da mudança das aposentadorias

Negociação entre o Planalto e os partidos para aprovar a reforma da Previdência e aumento da reprovação ao prefeito João Doria estão nas manchetes dos principais jornais do país nesta terça-feira. Nas contas do governo, 5 partidos vão fechar questão pelo projeto, segundo o Globo. No Estado de S.PauloPlanalto oferece às legendas apoio financeiro e alianças nas campanhas eleitorais em troca de apoio na votação. Pesquisa Datafolha revela que reprovação a Doria se iguala à de Fernando Haddad no primeiro ano de mandato.

O Globo
Ofensiva por reforma inclui promessas eleitorais
O governo lançou mão de promessas de apoio eleitoral para convencer os deputados a votarem a favor das alterações na aposentadoria. Em conversas com parlamentares, o Planalto lembrou que quem aprovar a proposta poderá ser beneficiado em coligações, na distribuição de tempo de TV e na divisão dos recursos do fundo eleitoral. Nos cálculos do governo, cinco partidos devem fechar questão a favor da reforma. 

O Estado de S.Paulo
Temer quer que base obrigue deputados a aprovar Previdência
Em vez do corpo a corpo com parlamentares, o Planalto agora trabalha para que pelo menos seis partidos da base obriguem seus deputados a votar a favor da mudança das aposentadorias. No total, PMDB, PSDB, DEM, PRB, PP e PTB reúnem 219 votos. A maioria das siglas, no entanto, avalia que isso só será possível se o PMDB e o PSDB tomarem a dianteira. 

Folha de S.Paulo
Reprovação de Doria sobe e já se iguala à de Haddad
A reprovação a Doria cresceu e atingiu o mesmo nível registrado por Haddad, seu antecessor, no final do primeiro ano de mandato. De acordo com pesquisa Datafolha, 39% dos paulistanos consideram a gestão Doria ruim ou péssima. O tucano tem 29% de ótimo ou bom e 31% de regular. No começo do ano, sua aprovação era de 44%, e a reprovação estava em 13%.

Valor Econômico
Petrobras pode obter mais R$ 5 bi com gasoduto do NE
Pelo menos quatro grupos se articulam para disputar a compra da Nova Transportadora do Nordeste (NTN), subsidiária da Petrobras que administra sua rede de gasodutos na região. Estima-se que a estatal, que venderá 90% do capital, pode arrecadar mais de US$ 5 bilhões com o negócio.

Estado de Minas
Mortes aumentam o alerta para chuvas
Água invade casa e afoga idosa. Número de óbitos chega a cinco e há cinco pessoas desaparecidas.