Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mulher morre após cair do 3º andar de prédio; marido é suspeito

De acordo com relato dos vizinhos, os dois haviam discutido minutos antes da queda - brigas e agressões eram constantes entre o casal

Uma mulher de 37 anos morreu nesta segunda (7) após cair do 3º andar do prédio em que morava no bairro Asa Sul, em Brasília. A Polícia Militar do Distrito Federal trabalha com a hipótese de feminicídiocrime de ódio baseado no gênero.

O marido da vítima é suspeito de ter cometido homicídio qualificado. De acordo com relatos de vizinhos, os dois haviam discutido minutos antes da queda. Eles ainda informaram à polícia que as brigas e agressões eram constantes.

Após atender a ocorrência — inicialmente reportada como tentativa de suicídio — policiais foram até o apartamento da vítima para conversar com o marido. Segundo a polícia, ele se negou a abrir a porta, que foi arrombada. Dentro do local, o homem chegou a ameaçar os agentes com uma faca, mas foi desarmado e imobilizado.

Segundo a polícia, o marido estava embriagado e disse que nada havia ocorrido e que não tinha feito nada contra a vítima. Questionado sobre a mulher, ele não demonstrou preocupação. Ele foi conduzido à delegacia para esclarecimentos.

A investigação está sendo realizada pela 1º Delegacia de Polícia do Distrito Federal.

No dia 22 de julho, o professor Luis Felipe Manvailer, de 32 anos, foi preso suspeito de ter jogado a companheira Tatiane Spitzner, 29, da sacada do seu apartamento, em Guarapuava, no Paraná. A polícia acredita que, após jogar a vítima, Manvailer recolheu o corpo da jovem na calçada e o levou para dentro do imóvel. Imagens de câmera de segurança divulgadas no último domingo mostram Tatiane sendo agredida pelo marido na madrugada em que morreu.