Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

MTST protesta em shopping na Avenida Paulista, em São Paulo

Movimento reivindica que a Caixa Econômica Federal, que tem escritório no mesmo prédio, envie os projetos do MTST para análise do Ministério das Cidades

Por Da Redação - Atualizado em 6 jul 2018, 17h36 - Publicado em 6 jul 2018, 11h13

Um grupo de manifestantes do Movimento do Trabalhadores Sem Teto (MTST) ocupa na manhã desta sexta-feira 5, a entrada do Shopping Center 3, na Avenida Paulista, em São Paulo. Apesar da aglomeração de militantes no local, o centro comercial funciona normalmente.

O alvo do protesto é a Caixa Econômica Federal, que tem escritório no mesmo prédio. O MTST quer que o banco estatal envie seus projetos para análise do Ministério das Cidades para um novo processo de seleção do programa Minha Casa Minha Vida Entidades.

“Essa luta é muito importante, são famílias que estão há anos esperando essa moradia, seu sonho ser realizado, e que hoje vem exigir que os projetos sejam levados adiante”, afirmou, em vídeo publicado nas redes sociais do movimento, o coordenador do protesto, um militante de nome Josué.

O Minha Casa Minha Vida Entidades é um braço do programa federal com foco em projetos apresentados e executados por movimentos sociais. As propostas são encaminhadas ao banco, que, após aprovar o planejamento financeiro do empreendimento, as encaminha para o Ministério das Cidades, responsável pelo programa.

Publicidade

A principal liderança nacional do MTST é Guilherme Boulos, pré-candidato à Presidência da República pelo PSOL.

Publicidade