Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

MP quer pena de 125 anos de prisão para ‘monstro da Alba’

Serial killer foi responsável pela morte de pelo menos cinco pessoas na Zona Sul de São Paulo

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) vai pedir que Jorge Luiz Morais de Oliveira, conhecido como “monstro da Alba”, seja condenado a 125 anos de prisão por assassinato e ocultação de cadáver de cinco pessoas na região do Jabaquara, na Zona Sul da capital. Os crimes foram cometidos em 2015.

De acordo com o promotor de Justiça Fernando Luiz Bolque, responsável pela acusação, os homicídios teriam sido motivados por homofobia. “Todas as vítimas eram homossexuais. E todas as vítimas também eram usuárias de droga”, afirma o promotor, segundo quem ainda não está confirmada a suspeita de que Oliveira trabalhava como “soldado do tráfico” na região.

O “monstro da Alba” vai responder pelas mortes de Renata Christina Pedroza Moreira, Paloma Aparecida Paula dos Santos, Andreia Gonçalves Leão, Natacha Silva Santos e Carlos Neto Alves de Matos Junior. O caso da vítima Kelvin Dondoni Cabral da Silva deve ser excluído da denúncia, uma vez que não há provas suficientes para responsabilizar o acusado, segundo o promotor.

A última audiência de instrução está marcada para esta quarta-feira,  quando devem ser ouvidas 9 testemunhas de defesa, além do depoimento do próprio Oliveira. Cerca de 35 testemunhas de acusação já foram ouvidas. O caso deve ser levado a júri popular até a metade de 2017.

(Com Estadão Conteúdo)