Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Motoristas de SP farão paralisação parcial nesta terça-feira

Durante três horas, das 14h às 17h, ônibus não poderão sair das garagens e terminais da capital paulista; objetivo é dar um "alerta" em negociação salarial

Por Guilherme Venaglia Atualizado em 15 Maio 2017, 17h59 - Publicado em 15 Maio 2017, 14h51

Os motoristas de ônibus de São Paulo programam uma paralisação para esta terça-feira na capital. Segundo o Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano da Capital (Sindmotoristas), a categoria vai impedir a saída dos ônibus de todas as garagens e terminais de ônibus a partir das 14h, só permitindo a retomada do serviço a partir das 17h.

A paralisação fará parte da campanha salarial do sindicato, que reivindica, sobretudo, aumento real de 5% acima da inflação, participação nos lucros e resultados de dois mil reais e elevação do vale-refeição para 25 reais por dia. A oferta do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de São Paulo (SPUrbanuss), entidade que representa os patrões das empresas de ônibus, é de um reajuste de 3%, divididos em duas parcelas.

Na última quinta-feira, a categoria rejeitou os termos do sindicato patronal e aprovou a paralisação de terça-feira. Segundo o Sindmotoristas, a movimentação de amanhã é uma espécie de “alerta” para a possibilidade de uma greve, o que, por enquanto, não está programado. De acordo com representantes da categoria, se a movimentação não surtir efeito para acelerar as negociações, o presidente do sindicato, Valdevan Noventa, convocará uma nova assembleia, até a próxima sexta-feira, para discutir as alternativas dos motoristas, quando pode ser decidida uma paralisação definitiva.

  • No começo da manhã desta segunda, os paulistanos tiveram uma amostra de greve. Os sindicalistas organizaram reuniões na entrada dos motoristas, às 4h30, para explicar os rumos da campanha salarial e reforçar a importância da movimentação de terça-feira. As conversas atrasaram de 40 minutos à 1h30 a saída dos coletivos em toda a cidade.

    Continua após a publicidade
    Publicidade