Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Motorista que atropelou manifestantes no interior de SP é indiciado

Desaparecido desde 20 de junho, empresário responderá por cinco crimes; treze pessoas foram atropeladas e uma morreu no local

Por Da Redação 16 jul 2013, 17h55

A Polícia Civil indiciou por cinco crimes o empresário Alexsandro Ishisato de Azevedo, de 37 anos, que atropelou treze pessoas durante um protesto em Ribeirão Preto, no interior paulista. O estudante Marcos Delefrate, de 18 anos, morreu no local.

Azevedo deverá responder por um homicídio, quatro tentativas de homicídio doloso (quando há intenção de matar), três lesões corporais, fuga do local do acidente e omissão de socorro.

O delegado Paulo Henrique Martins afirmou que o acusado está foragido desde o dia do incidente – 20 de junho. Por isso, foi pedida sua prisão preventiva para evitar que a temporária perca a validade. Para o delegado, o atropelamento não foi acidentental.

No dia do protesto, Azevedo, que trabalha no ramo imobiliário e é dono de uma academia de artes marciais, percorria a Avenida João Fiúza quando se deparou com um bloqueio montado por manifestantes. Com um jipe blindado, o empresário acelerou duas vezes para cima do grupo que interditava a avenida.

Treze pessoas foram atingidas, incluindo o estudante Marcos Delefrate. O incidente foi transmitido por um vídeo divulgado nas redes sociais. No dia 21 de junho, a polícia localizou o jipe com vestígios de sangue estacionado no condomínio de luxo onde Azevedo mora. Ele, contudo, não foi encontrado na residência.

https://youtube.com/watch?v=d23cje9TpRk%3Frel%3D0

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade