Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mortos em tiroteio na Catedral de Campinas são identificados

As quatro vítimas, todas homens, foram atingidas pelo atirador Euler Fernando Grandolpho após missa na igreja. Quatro feridos foram levados a hospitais

Depois de identificar Euler Fernando Grandolpho como o atirador que matou quatro pessoas e se suicidou na Catedral Metropolitana de Campinas (SP), no início da tarde desta terça-feira, 11, a Polícia Civil divulgou os nomes das vítimas fatais do tiroteio: Sidnei Vitor Monteiro, de 39 anos, José Eudes Gonzaga, de 68 anos, Cristofer Gonçalves dos Santos, de 38 anos, e Eupídio Alves Coutinho, 51 anos.

Grandolpho, que vivia em Valinhos (SP), a cerca de 10 quilômetros de Campinas, estava dentro da Catedral após o fim de uma missa que havia começado às 12h15. Ele abriu fogo com uma pistola e um revólver calibre 38 e cometeu suicídio em frente ao altar. Ainda não há informações sobre a motivação do atentado.

Quatro pessoas ficaram feridas no ataque a tiros. Duas delas foram encaminhados ao Hospital Municipal Dr. Mário Gatti: Jandira Prado Monteiro, de 62 anos, mãe de Sidnei Monteiro, e um homem de 84 anos. Jandira foi atingida por tiros na mão direita e na clavícula, mas passa bem e está em observação. Atingido no tórax e no abdômen, o idoso está em estado grave e passou por cirurgia.

Uma mulher baleada nas pernas foi levada ao Hospital de Clínicas da Unicamp e está estável; outro ferido é atendido no hospital Beneficência Portuguesa.