Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Morte de ciclista causa protestos na Avenida Paulista

Nova manifestação foi marcada para o fim da tarde desta sexta-feira

A morte de uma ciclista atropelada por um ônibus, na manhã desta sexta-feira, gerou protestos e causou congestionamentos na região da Avenida Paulista. A ciclista foi identificada como Juliana Ingrid Dias, de 33 anos. No início da tarde, manifestantes deitaram na via, mas foram retirados por policiais militares.

Outro ato em homenagem à ciclista está sendo organizado através do Facebook. O protesto foi marcado para as 19 horas desta sexta-feira, na Avenida Paulista. Mais de quatrocentas pessoas já confirmaram presença através da rede social.

De acordo com o Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) da Prefeitura de São Paulo, acidentes com bicicleta mataram 294 pessoas entre 2006 e 2010, o que equivale a, aproximadamente, uma morte por semana. Os dados de 2011 ainda não estão disponíveis.

Acidente – Juliana morreu atropelada por um ônibus da Via Sul, que fazia a Linha Sacomã-Pompéia 478-P-31. O acidente aconteceu na Avenida Paulista, próximo à Rua Pamplona, por volta das 9h50 desta sexta-feira.

Um helicóptero Águia da Polícia Militar chegou a ser acionado, mas a ciclista morreu no local. O acidente provocou congestionamentos na região.

O caso está sendo investigado pelo 78º Distrito Policial, nos Jardis. Segundo a Secretaria de Segurança Pública do estado (SSP), testemunhas que presenciaram o acidente estão sendo ouvidas na tarde desta sexta-feira.

Em 2009, Márcia Prado, de 40 anos, também morreu ao ser atropelada na Avenida Paulista.