Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Morre Sergio Paulo Rouanet, autor da Lei de Incentivo à Cultura

Diplomata foi secretário da Cultura no governo de Fernando Collor; ele foi vítima da doença de Parkinson

Por Da Redação Atualizado em 4 jul 2022, 09h40 - Publicado em 3 jul 2022, 11h36

O diplomata e ex-secretário da Cultura Paulo Sergio Rouanet morreu neste domingo, 3, aos 88 anos, no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pelo Instituto Rouanet, fundado por ele.

É com muito pesar e muita tristeza que informamos o falecimento do Embaixador e intelectual Sergio Paulo Rouanet, hoje pela manhã do dia 3 de julho. Rouanet batalhava contra o Parkinson’s, mas se dedicou até o final da vida à defesa da cultura, da liberdade de expressão, da razão, e dos direitos humanos. O Instituto carregará e ampliará seu grande legado para futuras gerações”, diz a nota. 

O diplomata foi o autor da Lei de Incentivo à Cultura, batizada de Lei Rouanet, em dezembro de 1991, época em que chefiava a Secretaria de Cultura do governo de Fernando Collor.

Paulo Sergio era professor, ensaísta e formado em ciências jurídicas e sociais. Ele ocupava uma cadeira na Academia Brasileira de Letras há 3o anos. O diplomata também foi embaixador na Dinamarca, cônsul em Zurique, na Suíça, e ocupou cargos na Organização das Nações Unidas (ONU).

A Lei Rouanet virou alvo de debates e ataques durante o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL), além de ter passado por  várias mudanças, a começar pelo nome – virou Lei de Incentivo à Cultura. O limite de captação de recursos também foi reduzido em 50%.

Em uma entrevista concedida ao jornal O Globo em 2019, Rouanet se disse aliviado. Para o professor, carregar o nome da lei era uma fonte “de alegria e desprazer”. “Achei uma ótima ideia [a troca de nome], até pelo momento político em que vivemos. É um enorme alívio”, declarou. 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)