Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Morre PM baleado na UPP do Complexo do Alemão

Fábio Barbosa da Silva foi internado na quarta-feira depois de ser atingido por tiros na cabeça e na perna esquerda

Por Da Redação 6 dez 2012, 15h26

Morreu nesta quinta-feira o policial militar Fábio Barbosa da Silva, de 38 anos, atingido por tiros no dia anterior em um confronto com criminosos no Complexo do Alemão, Zona Norte do Rio. Ele chegou a ser levado para o Hospital Central da PM, onde foi submetido a uma cirurgia, mas teve morte cerebral nesta madrugada.

Barbosa era lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do conjunto de favelas. Na quarta, ele e seis colegas faziam patrulhamento na região quando foram surpreendidos por bandidos. Houve troca de tiros, e Barbosa foi atingido na cabeça e na perna esquerda.

O enterro será na tarde desta quinta-feira, no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste. A cerimônia terá honras militares. O PM estava na corporação desde 22 de janeiro de 2001. Ele serviu no 14º BPM (Bangu), 5º BPM (Centro) e 17º BPM (Ilha do Governador). Desde 2012, estava deslocado para a UPP do Alemão.

Em nota, a Polícia afirma que o coordenador-geral das UPPs, coronel Rogério Seabra, lamenta a morte de Barbosa e reafirma o compromisso da instituição em preservar vidas e liberdades nas favelas pacificadas. “As buscas para encontrar os responsáveis pelo crime continuam”, informa o texto.

Em julho deste ano, a soldado Fabiana Aparecida de Souza, de 30 anos, também da UPP do Alemão, foi morta por um tiro de fuzil. Um grupo de bandidos disparou contra um container da unidade e atingiu a policial. Na ocasião, a PM informou que o projétil teria atravessado o colete à prova de balas de Fabiana.

LEIA TAMBÉM:

As UPPs avançam. E crescem os problemas

Entregar a segurança às UPPs é subestimar o poder dos bandidos

Rio descobre a diferença entre pacificação e paz negociada com bandidos

Continua após a publicidade
Publicidade