Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Morre, aos 64 anos, o deputado federal Wagner Montes

O político, advogado, jurado e apresentador de TV, casado com Sônia Lima havia mais de 30 anos, não resistiu a uma infecção urinária

O deputado federal eleito Wagner Montes (PRB) morreu na manhã deste sábado, no Rio de Janeiro. O político, que havia sofrido um infarto em novembro do ano passado, estava internado havia dois meses por causa de uma infecção urinária. A causa da morte, entretanto, ainda não foi divulgada. Tinha 64 anos de idade.

Wagner Montes foi apresentador de televisão e advogado antes de ingressar na política. Começou a carreira em 1974 na Rádio Tupi e passou para a TV cinco anos depois. Nos anos 80, foi jurado do Show de Calouros, apresentado por Silvio Santos. Lá dividiu bancada com Sônia Lima, com quem veio a se casar em 1987 – os dois permaneceram juntos desde então e tiveram um filho, o hoje ator Diego Montez. Ele tem outro filho, mais velho, Wagner Montes Júnior, fruto de um namoro com a ex-miss Cátia Pedrosa.

Wagner Montes passou por outros programas de TV, mas sua carreira decolou de verdade com o programa de notícias policiais “Balanço Geral”, pela Record do Rio de Janeiro, a partir de 2003. Com uma linguagem considerada irreverente e bem humorada, ele fez a audiência disparar e se tornou um campeão em popularidade.

A visibilidade o levou a disputar as eleições de 2006 como deputado estadual. Foi eleito com mais de 100 mil votos. No pleito seguinte, em 2010, recebeu mais de meio milhão de votos e foi reeleito como o deputado estadual mais votado da história do Rio de Janeiro. Se tornou deputado federal nas eleições passadas.

O velório de Wagner Montes será na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).