Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Moradores de Sorriso protestam contra a criminalidade

O problema aumentou junto com o crescimento da cidade, de 40.000 para 70.000 habitantes nos últimos dez anos

​A cidade de Sorriso (MT) tem uma história única de crescimento populacional e econômico. A localidade fundada por migrantes humildes se transformou em uma potência do agronegócio brasileiro. Com o progresso, veio a urbanização e, com ela, problemas comuns a muitos outros municípios brasileiros.

Na tarde desta sexta-feira, a Expedição VEJA acompanhou um protesto de cerca de duas mil pessoas para pedir melhorias na segurança pública e a redução da maioridade penal. O ato saiu da Praça da Juventude, no centro da cidade, e passou pelo Fórum do município.

A equipe da Expedição VEJA encontrou moradores chocados com a morte do estudante Lucas Kempf durante um assalto, na noite desta quinta-feira. Nos últimos meses, a cidade de 70.000 habitantes tem sofrido com o aumento da criminalidade, especialmente tráfico de drogas e latrocínios. Um dos cartazes dos manifestantes aproveitava a presença dos jornalistas da Expedição Veja para pedir atenção para o problema: “VEJA: Precisamos de mais segurança.”

Leia também:

Planejamento facilita geração de riquezas em Sorriso

O prefeito da cidade, Dilceu Rossato, disse à equipe da Expedição VEJA que os índices de violência de fato aumentaram nos últimos anos, mas que parte da sensação de insegurança deriva da percepção de que a cidade cresceu rápido demais. “Os índices aqui são menores do que os do resto do Brasil, mas as pessoas criadas aqui têm a sensação de que está piorando”, diz ele.

Como a política de segurança pública é de responsabilidade dos governos federal e estadual, a prefeitura tenta amenizar o problema adquirindo câmeras de segurança na região central do município.

Infográfico: A Expedição VEJA, quilômetro a quilômetro

O efetivo policial tem se reduzido nos últimos anos, com a falta de renovação do efetivo policial de Mato Grosso. Em 2004, eram 78 policiais militares para uma população de 40.000 habitantes. Dez anos depois, existem 56 policiais para uma população superior 70.000 moradores.

Há uma década, nos primeiros quatro meses do ano, a polícia registrou 500 boletins de ocorrência. Em 2014, o número subiu para 1.791. Os avanços econômicos até agora foram grandes, mas Sorriso precisa se preparar para os novos desafios que chegaram com o crescimento.

O roteiro da expedição
Datas* Cidades
6/5 Jundiaí/SP
8/5 Joinville/SC
10/5 Não-me-toque/RS
13/5 Três Lagoas/MS
16/5 Sorriso/MT
20/5 Luis Eduardo Magalhães/BA
24/5 São Gonçalo do Amarante/CE
27/5 Petrolina/PE
31/5 Sete Lagoas/MG
2/6 Porto Real/RJ
4/6 São José dos Campos/SP