Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ministro do STJ nega habeas corpus a Cachoeira

Por Rosana de Cassia

Brasília – O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Gilson Dipp, negou liminar em habeas corpus impetrado pela defesa do empresário do ramo de jogos ilegais, Carlos Augusto de Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira. O acusado terá de aguardar o julgamento do mérito do habeas corpus pela Quinta Turma, quando será analisado o pedido de liberdade.

Segundo o STJ, o processo ainda receberá parecer do Ministério Público Federal para retornar ao julgamento na Turma.

Cachoeira foi preso em 29 de fevereiro em Goiânia (GO), e transferido para presídio de segurança máxima, em Mossoró (RN), por suspeita de chefiaresquema de exploração de máquinas caça-níqueis. A investigação chegou a uma série de políticos de Goiás suspeitos de envolvimento com o contraventor.