Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Michel Temer e Banco do Brasil nas manchetes de 29/08/17

Jornais do país destacam que presidente muda decreto sobre exploração de minérios na Amazônia e distribui cargos para base aliada

O presidente Michel Temer está nas manchetes dos principais jornais do país nesta terça-feira. O Globo destaca que Temer alterou o decreto sobre exploração mineral no Amazônia, mas, na prática, nada mudou, e a reserva continua extinta. Na Folha de S.Paulo, reportagem revela que, às vésperas de ser denunciado novamente pela Procuradoria-Geral da República, presidente distribui cargos e pune deputados que se mostraram infiéis. Já o Banco do Brasil é o assunto principal do Estado de S.Paulo. Instituição prevê a liberação de R$ 50 bilhões em crédito para projetos de infraestrutura.

O Globo
Temer muda decreto, mas reserva fica extinta
Após fortes críticas, o governo mudou o decreto que liberou a exploração mineral em área de 47 mil quilômetros quadrados na Amazônia. A reserva, no Amapá, continua extinta, mas um novo decreto detalha como será feita a exploração mineral e explicita que as áreas de preservação ambiental e indígena dentro da reserva seguirão protegidas. Segundo analistas, na prática nada mudou de fato.

Folha de S.Paulo
Temer atua para agradar à base antes de denúncia
Planalto redistribui mais de cem cargos no governo para punir deputados infiéis e conter uma rebelião na base aliada. Os cargos vão para os que rejeitaram a denúncia de Rodrigo Janot e se comprometem a manter a posição. O ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) disse que as possibilidades de o procurador-geral apresentar nova acusação contra Temer nos próximos dias são “as maiores do mundo”. 

Estado de S.Paulo
Banco do Brasil vai liberar R$ 50 bi para infraestrutura
Uma semana após o anúncio do programa de privatizações do governo, o presidente do Banco do Brasil, Paulo Caffarelli, disse que a instituição analisa a liberação de até R$ 50 bilhões em crédito para 18 projetos de infraestrutura. A avaliação é de que esse setor será o principal indutor de uma retomada mais sólida do crescimento econômico.  

Minas pagou salários acima do teto para 98% dos juízes
Levantamento mostra que 1.610 magistrados mineiros receberam acima do teto constitucional, de R$ 33.763, em julho – quatro ganharam mais de R$ 100 mil. Em São Paulo, 56% dos juízes receberam acima do permitido. O limite é ultrapassado porque, além dos salários, servidores recebem vantagens em dinheiro que não são consideradas no cálculo do teto.

Valor Econômico
Ninguém tem trabalho em 15,2 milhões de lares
No segundo trimestre deste ano, o Brasil tinha 15,2 milhões de lares onde ninguém trabalhava, 2,8 milhões a mais (22%) do que no mesmo período de 2014. Isso indica o quanto a recessão, cujo índice acumulado chegou a 7,5% nos últimos dois anos, atingiu duramente as famílias brasileiras.

Jornal do Commercio
Violência que é combatida com educação
Os 14 municípios com melhor desempenho no índice estadual de educação, sendo 11 no Sertão do Pajeú, apresentam também baixo índice de criminalidade em relação à média geral de Pernambuco.