Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Metroviários de SP decidem nesta segunda-feira se entram em greve

A categoria realizará assembleia para decidir sobre paralisação que pode afetar quatro linhas, nesta terça (30)

O Metrô de São Paulo pode sofrer uma paralisação geral nesta terça-feira, 30, conforme anunciado pelo sindicato dos metroviários após reuniões de negociações com o metrô. Na noite desta segunda-feira, 29, acontecerá uma nova assembleia para “deliberação e organização da greve“, que pode afetar as linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata.

Entre as reivindicações, estão a equiparação salarial, o aumento real do salário, treinamento de bilheteria dos funcionários e reposição de escala base. “O Metrô mantém as medidas que atacam o plano de saúde, com cortes drásticos de verbas destinados ao plano, não apresentou nenhuma proposta ao plano dos aposentados, não quis negociar os critérios da participação dos resultados e negou a reivindicação de equiparação salarial”, informou o sindicato.

Além da paralisação, votada em uma assembleia na quinta-feira, 25, foi aprovada, entre outros pontos, a participação nos eventos do dia 1º de maio, organizados pelas centrais sindicais, no Vale do Anhangabaú.

O sindicato informou que também enviará ao Metrô uma carta reafirmando as principais reivindicações e “exigindo a retirada de todas as advertências verbais e anotações no CIP (Controle Individual de Pessoal)”.