Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Marta Suplicy é vaiada em discurso em São Paulo. De novo

A candidata à prefeitura da capital paulista pelo PMDB não foi bem recebida pelos presentes. Ela já tinha sido hostilizada nas manifestações pró-impeachment na Avenida Paulista, em março

A senadora Marta Suplicy (PMDB-SP) foi vaiada durante discurso no ato organizado pela Força Sindical na Praça Campo de Bagatelle, neste domingo, em São Paulo. Ela já tinha sido hostilizada na maior manifestação pelo impeachment na Avenida Paulista, no dia 13 de março,

As vaias do dia 1º de Maio começaram quando a peemedebista, provável candidata do partido à Prefeitura de São Paulo, foi anunciada, e continuaram durante seu breve discurso. Marta disse que “o país tem jeito” e que há “uma luz no fim do túnel”, em referência à possibilidade de o vice-presidente Michel Temer (PMDB) assumir a Presidência.

“Daqui a dez dias teremos mudanças”, disse a senadora, sobre a possível data da votação da admissibilidade do pedido de impeachment de Dilma Rousseff no Senado. Marta deixou o evento logo após o discurso, sem falar com a imprensa.

Marta Suplicy, uma integrante de longa data do PT, pretende disputar a prefeitura de São Paulo pelo seu atual partido, o PMDB.

(Com Estadão Conteúdo)