Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Marisa Letícia segue na UTI com ‘condições inalteradas’

Mulher do ex-presidente Lula está internada há seis dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês

Novo boletim médico divulgado pelo Hospital Sírio-Libanês na tarde deste domingo informa que a ex-primeira-dama Marisa Letícia continua “sob monitorização, com condições clínicas e neurológicas inalteradas”. Isso significa que ela continuará em coma induzido. Havia a expectativa de que os médicos começariam a reduzir a sedação na última sexta-feira, mas isso só deve acontecer nos próximos dias.

Segundo fontes próximas à família do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o quadro clínico de sua esposa está melhorando, conforme mostra tomografias recentes. A medida de manter Marisa com um nível baixo de atividade cerebral visa evitar stress desnecessário — o nervosismo poderia reverter, para pior, a situação.

Na última terça, Marisa começou a se sentir mal em seu apartamento, em São Bernardo do Campo (SP), devido a um pico de pressão. Segundo os médicos, um aneurisma (má formação de um vaso sanguíneo) no cérebro se rompeu em decorrência do quadro hipertensivo. Às pressas, foi levada por um dos filhos para o hospital Assunção, em São Bernardo — no caminho, chegou a desmaiar no elevador. Dada a gravidade da situação, ela foi transferida ao Sírio-Libanês, onde passou por uma cirurgia de emergência para estancar o sangramento. Desde então, ela está na UTI, sob supervisão da equipe de médicos liderada pelo diretor da divisão de cardiologia do Sírio, Roberto Kalil Filho.

Reportagem de VEJA desta semana explica os procedimentos pelos quais Marisa passou no hospital e o seu histórico de hipertensão, que contribuiu para que um aneurisma (dilatação anormal de um vaso sanguíneo) diagnosticado há uma década se rompesse.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Walison Silva

    Medo dá cadeia ou ficar pobre ?

    Eis a questão !!

    Curtir