Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Marginais em SP deixam estado de alerta, mas têm bloqueios para limpeza

Capital paulista tem apenas uma via intransitável, de acordo com o CGE; previsão para terça é de chuva fraca e isolada

Por Da Redação Atualizado em 11 fev 2020, 07h14 - Publicado em 11 fev 2020, 01h05

A Marginal Pinheiros deixou o estado de alerta para alagamentos por volta das 23h desta segunda-feira, 10, após o temporal que castigou a capital paulista e Região Metropolitana desde o domingo 9 e provocou caos no trânsito da cidade. Antes, ainda no fim da tarde de segunda, todas as regiões de São Paulo já haviam deixado o estado de atenção. Já às 00h40 desta terça-feira, 11, foi a vez da Marginal Tietê sair do estado de atenção ao qual havia retornado às 23h21.

Apesar de não haver mais pontos de alagamentos nas duas marginais, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que alguns pontos estão bloqueados para limpeza nesta manhã. São eles: na Marginal Tietê, a pista expressa sentido Castelo Branco, entre as pontes do Tatuapé e das Bandeiras; na pista local, sentido Ayrton Senna, na altura da Ponte das Bandeiras.

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências de São Paulo (CGE-SP), o único ponto de alagamento intransitável na manhã desta terça é na Avenida Mofarrej, próximo à Avenida Dr. Gastão Vidigal, na Vila Leopoldina. Há também um ponto de alagamento na Avenida Cruzeiro do Sul, no Bom Retiro, mas este transitável. O rodízio municipal de veículos para carros com placas finais 3 e 4 seguirá suspenso nesta terça-feira em toda a capital. A zona azul e a restrição a caminhões e ônibus fretados estão mantidos.

O tempo nesta terça-feira deve se manter instável com chuviscos e chuva fraca e isolada e com temperaturas em declínio, com mínimas previstas de 17ºC. Os termômetros devem voltar a subir a partir da próxima quinta-feira 13.

De acordo com o CGE, a frente fria que causou o temporal segue para o litoral fluminense, mas o céu continua encoberto com chuva fraca na Grande São Paulo. A temperatura permanece em declínio e a sensação será de frio. Mínima de 17°C e máxima de 21°C.

Ainda segundo o CGE, entre as 7h e as 13h desta segunda, choveu 88,7 mm na cidade de São Paulo, o equivalente a 41% da média esperada para o mês. Em apenas dez dias de fevereiro já choveu 96% da média esperada para o mês, de acordo com o órgão.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)