Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Manifestantes pró-Dilma entram em confronto com a polícia em Brasília

Secretaria de Segurança Pública informou que manifestantes contrários ao impeachment arremessaram garrafas e rojões contra os policiais militares. Duas mulheres ficaram feridas e foram atendidas pelo Corpo de Bombeiros

Um grupo de manifestantes contrários ao impeachment de Dilma Rousseff entrou em confronto com a polícia durante manifestação na noite desta quarta em Brasília. A confusão começou quando eles se aproximaram da barreira policial junto ao muro que divide a Esplanada dos Ministérios e arremessaram rojões e outros objetos. Os policiais reagiram com bombas de efeito moral e gás de pimenta.

Duas manifestantes, que estão em Brasília para a Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres, ficaram feridas e foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros. Um homem também ficou ferido e foi atendido no local. A polícia recebeu o reforço da tropa de choque e sete carros da Rotam estão estacionados no Ministério da Justiça prontos para agir. Os manifestantes seguem concentrados ao lado do carro de som.

LEIA TAMBÉM:

AO VIVO: Senado define se afasta Dilma da Presidência

Militantes pró e contra impeachment entram em confronto no Rio

Sobre o ocorrido, a Secretaria de Segurança Pública informou que manifestantes contrários ao impeachment da presidente Dilma Rousseff arremessaram garrafas e rojões contra os policiais militares que faziam a barreira de isolamento na altura do Ministério da Justiça. Para conter o distúrbio, a PM usou gás de pimenta. No momento, há quatro mil manifestantes no lado do muro contra o impeachment e mil no lado oposto, pró-impeachment.

(Da redação, com Agência Brasil)