Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Manifestantes entram em confronto com a polícia em Guarulhos

Cerca de 1200 pessoas interromperam o tráfego na rodovia Presidente Dutra; trânsito foi liberado por volta das 22 horas

Cerca de 400 manifestantes ocuparam as pistas da rodovia Presidente Dutra no sentido da capital paulista na noite desta sexta-feira. O protesto chegou a reunir 1 200 pessoas no fim da tarde e teve confronto com a polícia. Oficiais da Polícia Rodoviária jogaram bombas de gás lacrimogênio para dispersar a multidão por volta das 21 horas. A marginal e a pista expressa da Dutra, nos dois sentidos, tiveram o trânsito liberado por volta das 22horas.

A polícia montou um esquema para impedir que o protesto bloqueasse o acesso ao aeroporto internacional de Guarulhos. No início da tarde desta sexta-feira, a GRU Airport, concessionária que administra o aeroporto de Cumbica, aconselhou os passageiros a se dirigir ao local com antecedência para evitar acúmulo de atrasos registrados na última sexta-feira, quando manifestantes bloquearam a Dutra nos dois sentidos na altura do quilômetro 222, em Guarulhos. O bloqueio causa filas na Marginal Tietê, em São Paulo.

Campinas – Em Campinas, nove manifestantes se acorrentaram no portão da Câmara Municipal nesta sexta-feira. Cerca de 300 pessoas protestaram contra o aumento da tarifa de ônibus na cidade.

O grupo saiu do Largo do Rosário, no centro da cidade, e seguiu para Câmara para cobrar a abertura de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) dos transportes para investigar os contratos da prefeitura com as empresas de ônibus.

O pedido feito pelo vereador Paulo Búfalo (PSOL) teve cinco assinaturas. São necessárias mais seis. Um manifestante levou um pizza para o protesto e afirmou que queria protocolar a “pizza” na Câmara. Não foram registrados confrontos.