Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Manifestantes contra Bolsonaro se reúnem na Avenida Paulista

Protesto acontece na tarde deste domingo (14) na frente do Masp

Por Ernesto Neves Atualizado em 14 jun 2020, 16h43 - Publicado em 14 jun 2020, 14h37

Manifestantes contra o governo de Jair Bolsonaro estão reunidos na Avenida Paulista, em São Paulo, neste domingo (14). O protesto teve início às 14 horas na frente do Masp e reúne representantes de torcidas organizadas, profissionais da saúde, estudantes e entidades do movimento negro. A Avenida Paulista foi fechada nos dois sentidos.

Por causa da pandemia do novo coronavírus, os organizadores vem apelando para que os manifestantes mantenham distância de um metro. Há faixas pedindo proteção às vidas negras, em defesa da democracia e pelo afastamento de Bolsonaro.

A Polícia Militar informou que deteve três homens com símbolos nazista também na Avenida Paulista. O trio, no entanto, não participava do protesto anti-Bolsonaro, e foi denunciado por uma mulher. Eles foram levados ao 78º Distrito Policial, nos Jardins, onde foi registrado boletim de ocorrência.

Um grupo menor, a favor do governo Bolsonaro, se reuniu no Viaduto do Chá, no Centro de São Paulo.  Pelo Twitter, a PM informou que prendeu três pessoas com armas bancas nas imediações desse protesto. Eles foram conduzidos ao 2º Distrito Policial, no Bom Retiro.

Em Brasília, durante a manhã, um grupo de apoiadores de Jair Bolsonaro se reuniu na Esplanada dos Ministérios. Um decreto do governo do Distrito Federal havia proibido atos nessa região.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, esteve no local, provocando aglomeração. O protesto exibia faixas inconstitucionais com pedidos de golpe militar.

Manifestantes se reúnem no vão do Masp neste domingo (14) Reprodução/TV Globo
  • Continua após a publicidade
    Publicidade