Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Manifestação na Av. Paulista termina com cinco detidos

Protesto foi organizado pelo grupo Anonymous através das redes sociais

Por Da Redação 6 nov 2013, 00h22

Um protesto contra a corrupção organizado pelo grupo hacker Anonymous terminou em confronto entre manifestantes e a polícia na Avenida Paulista, em São Paulo, nesta terça-feira. No tumulto, cinco pessoas foram presas e duas tiveram ferimentos leves.

A manifestação reuniu cerca de 50 pessoas e teve início pacífico. O grupo se concentrou em frente ao vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp) por volta das 19h30 e seguiu rumo à Assembleia Legislativa de São Paulo, no Ibirapuera. As vias foram bloqueadas ao longo do percurso. Mais tarde, por volta das 22h, os manifestantes voltaram à Paulista, onde aconteceu o confronto com os policiais. A confusão começou quando um dos manifestantes lançou um rojão. A PM acusa os detidos de terem avançado contra o bloqueio policial.

O protesto na capital paulista fez parte de um ato mundial organizado pelo Anonymous “contra a corrupção e a tirania”. Na página oficial do grupo no Facebook havia convocação para manifestações em seis cidades brasileiras, como Rio de Janeiro e Porto Alegre, e outras dezenove ao redor do mundo. No Rio, os ativistas saíram da Candelária às 18 horas e seguiram pela avenida Rio Branco até a Cinelândia. Dali foram até a Assembleia Legislativa. A PM acompanhou o ato.

Data comemorativa – O dia 5 de novembro é considerada uma data importante pelos hackers do Anonymous, que adotaram as máscaras do protagonista da história em quadrinhos V de Vingança como símbolo do grupo. Foi neste dia que, em 1605, o revolucionário inglês Guy Fawkes, que inspirou a criação do personagem, foi preso por planejar explodir o Parlamento britânico. Católico, Fawkes queria fazer um levante contra a dominação protestante no país, que restringia os direitos políticos aos seguidores de sua religião. A ação ficou conhecida como Conspiração da Pólvora e foi desarmada pela polícia real antes de ser deflagrada.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)