Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mais de 30 presos em ação contra o tráfico na Rocinha

Desde sábado, Operação Paz Armada cumpre ao todo 58 mandados de prisão

Uma operação realizada desde sábado na favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio de Janeiro, já prendeu mais de 30 pessoas acusadas de envolvimento com o tráfico de drogas. Batizada de Paz Armada, a ação é realizada em conjunto por policiais da 15ª DP (Gávea) da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) local. Ao todo, 58 mandados de prisão foram expedidos pela Justiça.

As investigações incluíram o monitoramento de redes sociais e escutas telefônicas, além das câmeras de vigilância instaladas na favela. Levantamento feito pela Polícia Civil indica que, nos últimos três meses, pelo menos 90 traficantes foram identificados em ação na Rocinha – pacificada há dois anos.

Os criminosos ainda são chefiados por Antonio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, preso desde 2011. As ordens dele são repassadas do presídio em Campo Grande aos traficantes por John Walace da Silva Viana, conhecido como Johnny, que está foragido. Ainda de acordo com a polícia, as bocas de fumo da favela movimentam, em média, 60.000 reais por mês com a venda de drogas.

Leia também:

Na ocupação da Rocinha, a redenção de São Conrado

O dilema das UPPs: ocupar é mais fácil do que manter