Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lula entrará na campanha a partir do dia 6 de agosto

Por Daiene Cardoso

São Paulo – Em reunião de aproximadamente duas horas com dirigentes do PT e o candidato do partido à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu uma avaliação da situação eleitoral da sigla em todo o País e um levantamento de onde será preciso sua participação direta. Lula voltou nesta segunda do descanso de dez dias no interior de São Paulo, mas avisou a cúpula do PT que só estará 100% disponível a partir do dia 6 de agosto, quando fará um novo check up para avaliar a sua recuperação após o tratamento do câncer na laringe.

Segundo Haddad, apesar de estar se sentindo melhor, Lula só poderá se engajar nas campanhas com o aval dos médicos. “Estamos prevendo, a depender dos exames do dia 6, algumas atividades externas, como participação na apresentação do programa de governo e de carreatas”, revelou o candidato.

Durante a reunião, os dirigentes listaram as cidades prioritárias para o partido, entre elas, Recife e Belo Horizonte. “Tem algumas capitais que ele estará presente, outras será por meio de depoimentos na TV”, contou o deputado Edinho Silva, presidente do diretório estadual do PT em São Paulo.

Na avaliação dos petistas, apesar de Haddad estar estacionado nas pesquisas de intenção de votos, é preciso aguardar o início da cobertura das campanhas pela TV, quando as redes de televisão farão a exposição diária dos candidatos e o eleitorado terá a chance de conhecer o petista. “O Fernando Haddad vai para o segundo turno e vai numa situação muito favorável”, apostou Edinho Silva.

Ainda de acordo com Haddad, Lula não comentou a última pesquisa Datafolha, que apontou o petista com 7% das intenções de voto. No entanto, Lula manifestou otimismo em relação ao potencial de crescimento de Haddad. “Ele está otimista. Ele entende que há um clima de mudança mesmo e que os ventos vão soprar a favor da mudança”, comentou Haddad.

Os petistas deixaram a reunião com Lula satisfeitos com a melhora em seu estado geral de saúde. Eles afirmaram que o ex-presidente está bem disposto e que não sente mais dores, apesar de tossir quando fala em excesso. “O presidente está muito disposto e vai participar do processo eleitoral”, garantiu Edinho.

Após a reunião para discutir eleições municipais, Lula se reuniu com dirigentes e jogadores do Corinthians. No início da noite desta segunda, Lula recebeu a visita, além do presidente e do vice-presidente do Clube, do técnico Tite, do gerente de futebol Edu Gaspar e do lateral Alessandro. O Clube fez questão de trazer a taça original da conquista da Copa Libertadores.