Clique e assine com até 92% de desconto

Luiza Brunet: ‘Fiquei mais cuidadosa. Amarga, não’

Ex-modelo concede a VEJA a primeira entrevista após a condenação do bilionário Lirio Parisotto, 63 anos, por agressão

Por Monica Weinberg, Thiago Prado 10 jun 2017, 08h00

Na primeira entrevista concedida após a condenação do bilionário Lirio Parisotto, 63 anos, a ex-modelo Luiza Brunet, 55 anos, conta que vai se dedicar a dois projetos: servir de “embaixadora” da causa feminina e ajudar na produção de um filme sobre sua vida — de empregada doméstica a símbolo sexual de uma geração —, que será lançado em 2018. Parisotto foi considerado culpado por agressão e sentenciado a prestar um ano de serviços comunitários (pena da qual ainda pode recorrer). A violência ocorreu em maio de 2016, durante uma viagem dos dois a Nova York. A VEJA, Luiza diz também que não está namorando no momento. “Ainda acredito no casamento. O meu durou 24 anos”, diz. “Depois dessa história toda com o Lirio, porém, fiquei certamente mais cuidadosa. Amarga, não.”

Para ler a entrevista na íntegra, compre a edição desta semana de VEJA no iOS, Android ou nas bancas. E aproveite: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no Go Read.

Publicidade