Clique e assine a partir de 9,90/mês

Líder ruralista Kátia Abreu troca PSD pelo PMDB

A troca de partido teria sido "costurada" pela própria presidente Dilma Rousseff, segundo assessoria da senadora

Por Da Redação - 4 out 2013, 11h30

A presidente da Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil, senadora Kátia Abreu (TO), anunciou sua saída do PSD, legenda criada pelo ex-prefeito de São Paulo de Gilberto Kassab. Em anúncio feito nesta quinta-feira, a senadora disse que se filiará ao PMDB, do vice-presidente da República, Michel Temer. A ida para o partido foi “costurada” pela presidente Dilma Roussef (PT), informou a assessoria de Kátia Abreu.

A filiação de Kátia ao PMDB acirra ainda mais a disputa interna na legenda. A senadora não é aceita por parte do Diretório Regional nem pelo presidente do PMDB no Tocantins, deputado federal Júnior Coimbra. Kátia tem o apoio do grupo dos “Autênticos”, entre eles o ex-governador Marcelo Miranda, que briga na Justiça pelo comando do PMDB.

A eleição interna, marcada para dia 11, será decisiva para o partido. A vitória dos “Autênticos” no Diretório Regional poderá levar ao pleito de 2014 à mesma dobradinha de 2006: Miranda, governador, e Kátia, senadora.

Reinaldo Azevedo: Realidade política de Tocantins leva Kátia Abreu a migrar do PSD para o PMDB

Publicidade