Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Laudo aponta que holofote causou fogo no Museu da Língua Portuguesa

Incêndio em dezembro de 205 destruiu parcialmente a estrutura do museu e consumiu o telhado do prédio

A Polícia Civil de São Paulo concluiu o inquérito que investigou o incêndio que atingiu o Museu da Língua Portuguesa, no centro da capital paulista, no dia 21 de dezembro de 2015. Ninguém foi indiciado e o laudo da perícia aponta que o fogo foi provocado por um “defeito em um dos holofotes”. As conclusões foram apresentadas pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) na quinta-feira 4.

O incêndio destruiu parcialmente a estrutura do museu. À época, de acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo começou no primeiro andar do edifício e consumiu praticamento todo o telhado do prédio. O museu ficava fechado para o público às segundas-feiras. Contudo, o brigadista Ronaldo Pereira, que trabalhava no local, tentou apagar as chamas e não resistiu aos ferimentos. Ele morreu no Hospital das Clínicas.

No dia do incêndio, a Estação da Luz, que funciona no mesmo complexo, foi evacuada e os trens pararam de circular. A área não tinha o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). A estrutura vem passando por obras de restauração. Em maio deste ano, a Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa anunciou que o Museu da Língua Portuguesa deve reabrir as portas no primeiro semestre de 2020.

Conheça o Museu da Língua Portuguesa

Inaugurado em março de 2006, o museu foi construído pelo governo do estado em parceria com a Fundação Roberto Marinho, ao custo de 37 milhões de reais. Uma das principais características da obra é a interatividade: o museu tem um vasto acervo de conteúdos sobre a história da Língua Portuguesa, os idiomas que ajudaram a formá-la, as formas que a linguagem assume no cotidiano e a criação da língua na literatura brasileira.

Um dos cartões postais de São Paulo, o museu está abrigado em um prédio histórico, datado de 1900. A última reforma do prédio, finalizada em 2006, levou três anos e fazia parte do projeto do governo de São Paulo de revitalizar a região da Luz. Dentre as exposições que estavam em exibição, destacam-se O tempo e eu e vc, sobre a obra do pesquisador de cultura popular Luís Câmara Cascudo; e Esta Sala é uma Piada, que reúne caricaturas e charges do 42º Salão Internacional de Humor de Piracicaba.

(Com Estadão Conteúdo)