Clique e assine a partir de 9,90/mês

Ladrões se passam por policiais e fazem arrastão em condomínio de SP

Roubo durou 6 horas e 40 moradores e funcionários foram trancados em uma lavanderia de flat

Por Da Redação - Atualizado em 17 nov 2018, 13h45 - Publicado em 17 nov 2018, 11h22

Um grupo de 15 bandidos fez um arrastão em um condomínio na região do Morumbi, zona sul da capital paulista, na tarde da última quinta-feira, 15. Eles alegaram ser policiais civis em operação para cumprir mandados judiciais.

Os criminosos tinham o controle que abria o portão da garagem do prédio, localizado na Avenida José Galante. De acordo com a reportagem, o porteiro chegou a tentar fechar o portão ao não conseguir identificar os veículos, mas acabou rendido. Os moradores que entravam e saíam do prédio foram abordados pelos ladrões, levados aos aparaamentos, onde foram obrigados a entregar joias e dinheiro.

O arrastão durou cerca de 6 horas e os ladrões só deixaram o prédio após as 14h. Uma parte da quadrilha ficou do lado de fora do prédio, dando cobertura. Os integrantes do grupo se comunicavam por rádios, de acordo com testemunhas. Cerca de quarenta pessoas, entre funcionários e moradores, ficaram trancadas durante o assalto na lavanderia de um flat que fica no térreo do prédio.

Dois veículos usados pelos assaltantes foram identificados: um Fiat Toro cinza e um Chevrolet Cruiser branco. Não há, ainda, informações sobre a identidade dos suspeitos. A ocorrência foi registrada como roubo a condomínio, associação criminosa e porte ilegal de armas de fogo de uso restrito e será investigada pelo 89º DP.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade