Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

La Varenne é o melhor restaurante variado/contemporâneo da cidade

Em ambiente sofisticado dentro de um shopping, a casa mescla influências francesas e italianas

Por Ricardo Castanho 1 set 2018, 00h00

No piso de alimentação do Pátio Batel, a elegante casa combina atributos de duas grandes cozinhas do mundo. O nome é uma alusão ao chef François Pierre de La Varenne (1615-1678), que marcou a história culinária de seu país com o livro Le Cuisinier François. Contudo, técnicas e preparos franceses convivem, aqui, com referências da gastronomia italiana, presentes inclusive no comando das caçarolas. O chef Felipe Miyake, que até julho dividia a batuta da cozinha com Mayra Batista, colecionou experiências prévias em bons representantes da comida da Itália, caso do paulistano Due Cuochi Cucina. Essa rica mistura de influências moldou — mas não limitou — o menu do La Varenne, centrado em receitas clássicas, porém aberto a pitadas criativas. Entre os destaques, o nhoque de mandioquinha traz uma interessante combinação de mar e terra: camarão, brócolis e presunto cru crocante (R$ 80,00). Da seção de carnes, o carré de cordeiro com tagliolini na manteiga e sálvia, ao molho de alho e ervas, sai a R$ 139,00. No almoço de dias úteis constam quatro opções de menu executivo, cada um com até quatro sugestões de prato principal — sempre há um grupo com preparos vegetarianos. As sequências de três fases, com entrada e sobremesa incluídas, variam de R$ 60,00 a R$ 89,00. Com exemplares de 24 países, a carta de vinhos soma 235 rótulos. Shopping Pátio Batel, ☎ 3044-6600 (134 lugares). 11h30/15h e 19h/23h30 (sex. jantar até 0h; sáb. 12h/16h e 19h/0h; dom. só almoço 12h/17h). Aberto em 2014. $$$$

2º lugar: Nomade

3º lugar: Bobardí pág. 91

Publicidade