Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Justiça prorroga interdição de presídio no Maranhão

Por Da Redação 15 jan 2012, 12h47

Por Juliane Freitas

São Paulo – O juiz Jamil Aguiar, titular da 1ª Vara de Execuções Penais de São Luis, prorrogou através de portaria emitida na última quarta-feira, 11, a interdição da Penitenciária de Pedrinhas, na capital do estado, fechada desde o ano passado por precariedade estrutural, informou o Conselho Nacional de Justiça.

O prazo para liberação da penitenciária era 25 de dezembro, mas foi somente reavaliado na semana passada devido ao recesso de fim de ano. Agora, a interdição deve durar até maio, para quando está previsto o final da obra de adequação da unidade prisional. A Penitenciária de Pedrinhas está interditada totalmente desde agosto de 2011. Neste período, detentos foram transferidos e 280 presos em regime semiaberto foram encaminhados para prisão domiciliar.

De acordo com o juiz, a situação em que se encontravam os presos era degradante e alguns setores do presídio precisavam de reformas, inclusive nos setores de atendimento médico.

Continua após a publicidade
Publicidade