Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Justiça Militar pede prisão de líderes grevistas no Rio

Por Solange Spigliatti

São Paulo – A Justiça Militar do Rio expediu hoje 11 mandados de prisão contra os principais líderes da greve no Rio. A Polícia Militar ainda não divulgou os nomes dos policiais militares que são procurados.

Policiais civis, militares e bombeiros, entraram em greve hoje. O anúncio ocorreu ao final de uma manifestação que durou quase seis horas, na Cinelândia, no centro do Rio, com participação de cerca de 3 mil pessoas, segundo a PM.

Em nota, o Comando da Polícia Militar informa que todas suas unidades “estão em pleno funcionamento, contando inclusive com o apoio de policiais do BOPE e do BPChq no patrulhamento” e que não há paralisação de nenhum tipo de serviço para o cidadão.