Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Justiça do RJ interna 28 adolescentes após arrastões

No total, 29 foram apreendidos por furto e agressões. Em um caso, não foram encontrados indícios contra o menor

Por Da Redação 24 set 2015, 08h55

Juízes da Vara de Infância e Adolescência do Fórum Regional da Leopoldina, em Olaria, na Zona Norte do Rio de Janeiro, internaram provisoriamente desde terça-feira, 28 adolescentes envolvidos nos arrastões do último fim de semana. No total, 29 foram apreendidos por praticar furtos e agressões nas praias da Zona Sul, mas em um caso o Ministério Público decidiu não representar contra o jovem.

Leia mais:

Polícia apura ação de justiceiros na Zona Sul do Rio

Rio programa operação de resposta para arrastões nas praias

Nesta quarta-feira, foram ouvidos dezesseis adolescentes na audiência de apresentação. Desse total, somente dez menores estavam acompanhados dos pais. Todos os internados serão encaminhados para unidades do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase). Em outubro, ocorrerá uma nova audiência para cada um dos casos.

Por meio de nota, o TJ informou que “a Justiça decidiu pela internação provisória dos adolescentes ao identificar indícios de autoria considerando a gravidade do fato, com fundamento no parágrafo único do artigo 108 do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA)”.

Na terça-feira, outros treze menores de idade, também com envolvimento nos episódios, passaram por audiências de apresentação, sendo que doze foram internados. Apenas oito estavam acompanhados dos responsáveis.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade