Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Justiça decreta prisão preventiva de grupo do roubo de ouro em Guarulhos

Em nota, o Deic afirma que os investigadores reuniram informações que permitiram identificar e prender quatro suspeitos; força-tarefa busca outros dois

Por Da Redação - Atualizado em 5 ago 2019, 23h01 - Publicado em 5 ago 2019, 23h00

A Justiça decretou, nesta segunda-feira, 5, as prisões preventivas de seis pessoas envolvidas no roubo de 718,9 quilos de ouro no terminal de cargas do Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo. O crime ocorreu no último dia 25.

Em nota, a Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC) afirma que os investigadores reuniram informações que permitiram identificar e prender quatro envolvidos e indiciar outros dois envolvidos, que estão sendo procurados. No sábado 3, o quarto suspeito de participar do crime foi preso. A identidade do suspeito não foi revelada, mas, segundo o G1, Capim, como era conhecido, tinha antecedentes criminais por roubo a banco e tráfico. Uma outra pessoa foi presa em flagrante, com um carregador de fuzil e munição.

De acordo com a polícia, pelo menos 10 pessoas participaram do crime. O grupo chegou ao aeroporto por volta das 14h30 da quinta-feira 25, em dois carros disfarçados de viaturas da Polícia Federal. Fortemente armados, eles renderam os funcionários que faziam a manipulação da carga e os obrigaram a transferir o ouro para uma das caminhonetes. A entrada dos ladrões foi facilitada pelo supervisor de logística, que afirma ter sido rendido na noite anterior. A carga foi avaliada em 110 milhões de reais.

Leia abaixo a íntegra da nota:

Publicidade

Decretadas preventivas de envolvidos no roubo do ouro

A Justiça decretou hoje (05) as prisões preventivas de seis pessoas envolvidas no roubo de 718.9 quilos de ouro no terminal de cargas de aeroporto internacional André Franco Montoro, em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo.

Policiais da 5ª Delegacia Patrimônio (Investigações sobre Roubo a Banco), responsáveis pelas apurações, reuniram informações que permitiram identificar e prender quatro envolvidos e indiciar outros dois indivíduos, agora procurados.

Informações pormenorizadas serão divulgadas por meio de entrevista coletiva a ser marcada nas próximas horas.

Publicidade