Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Justiça bloqueia R$ 4 milhões de Cabral e R$ 3 milhões de Picciani

Eles são acusados de desvio de dinheiro público em obras do governo fluminense, como a reforma do estádio do Maracanã

Por Estadão Conteúdo 12 fev 2019, 22h56

A Justiça do Estado do Rio de Janeiro determinou o bloqueio de R$ 4 milhões do ex-governador Sergio Cabral (MDB) e de R$ 3 milhões do ex-deputado estadual Jorge Picciani. A decisão atendeu a uma ação civil pública do Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção (Gaecc) do Ministério Público.

O processo tramita na 4ª Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Rio e também atinge o banqueiro José Augusto Ferreira dos Santos e a Agrobilara Comércio e Participações, de Picciani.

Em sua decisão, em caráter liminar, a juíza Carolina Rossy Brandão Fonseca considerou investigações da Operação Lava Jato que revelaram “a existência de uma organização criminosa formada no governo estadual fluminense, no período de 2007 a março de 2014, liderada pelo então governador Sérgio Cabral”, como afirmou o Tribunal de Justiça do Estado do Rio em nota.

Essa organização é acusada de ter atuado e desviado dinheiro público em obras do governo fluminense, como a reforma do estádio do Maracanã para sediar a Copa do Mundo de 2014, a construção do Arco Metropolitano e projetos de urbanização em comunidades carentes, conhecidos como “PAC das Favelas”.

Segundo o Ministério Público, uma das empresas beneficiadas no esquema criminoso, a Carioca Christiani-Nielsen Engenharia, usava caixa 2 para pagar propina ao ex-governador, por meio de contratos simulados e superfaturados. Em parceria com Picciani, a empresa participou de uma série de operações de compra e venda de gado de 2012 a 2014.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)