Clique e assine a partir de 8,90/mês

Juiz transfere 161 detentos para prisão domiciliar em Roraima

Decisão atende a solicitação de diretor de centro penitenciário em Boa Vista, que alegou impossibilidade de garantir a segurança dos presos e dos agentes

Por Da Redação - 8 jan 2017, 22h30

A crise do sistema prisional brasileiro levou um juiz em Roraima a tomar uma decisão rara: ordenou que 161 detentos que cumprem regime semiaberto deixem o Centro de Progressão Penitenciária na capital Boa Vista e passem a cumprir prisão domiciliar. A ordem foi expedida neste sábado para que começasse a ser cumprida no domingo.

A decisão foi tomada pelo juiz Marcelo Lima de Oliveira, da Vara de Execução Penal, atendendo a uma solicitação do diretor do CPP, Wlisses Freitas, que alegou a impossibilidade de garantir a segurança dos presos e dos agentes penitenciários. Ele citou a falta de equipamentos e de funcionários como uma das razões para a insegurança, além de ameaças de facções criminosas. Na última semana, 33 presos foram mortos durante rebelião na Penitenciária Agrícola Monte Cristo, em Boa Vista.

LEIA MAIS:
Ao menos 33 presos são mortos em RR; ministro nega retaliação
Líderes de facções em Roraima vão para presídio federal

Publicidade