Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jovem tibetana comete ato de imolação no noroeste da China

Uma jovem tibetana cometeu um ato de imolação com fogo na região noroeste da China, onde prosseguem os protestos contra a repressão cultural e religiosa de Pequim, apesar da forte pressão das forças de segurança chinesas.

A jovem Tsering Kyi, 20 anos, cometeu o suicídio no sábado em um mercado de verduras da província chinesa de Gansu, informou à AFP a organização Free Tibet, que tem sede em Londres.

A imolação, confirmada também por outras ONGs como a Radio Free Asia, aconteceu um dia antes do suicídio, da mesma forma, de uma mulher de 32 anos, mãe de quatro filhos, na província vizinha de Sichuan, com forte índice de população tibetana.

Pelo menos 25 tibetanos, em sua maioria monges budistas, cometeram ou tentaram atos de imolação nos últimos 12 meses nas regiões tibetanas chinesas.

Os tibetanos afirmam que não suportam a repressão de sua religião e de sua cultura, além do que consideram como um domínio crescente dos Han, etnia majoritária na China.