Clique e assine a partir de 8,90/mês

Jovem define o Papa como ‘treinador da imensa equipe da Igreja’

Por Giuseppe Cacace - 2 jun 2012, 11h29

O jovem italiano Giovani Castiglioni recebeu neste sábado o papa Bento XVI no estádio de futebol de San Siro, chamando o Sumo Pontífice de “maior campeão” e de “treinador da imensa equipe da Igreja”.

Oitenta mil jovens, a maioria deles passando ou que devem passar este ano por ritos de confirmação (catequese e crisma, nr), divididos em sete grupos, seguindo as cores do arco-íris, exibiram diversas coreografias no estádio.

No momento em que o Vaticano está mergulhado em um escândalo de vazamentos de documentos confidenciais que indiretamente afetam a autoridade do Papa, vários jovens se dirigiram a Bento XVI e ao arcebispo de Milão, Angelo Scola, fazendo perguntas sobre seu papel, seus temores e sua vocação.

“Meu nome é Giovanni. Estamos muito felizes de que tenha dedicado o seu tempo para se reunir conosco. Para nós, é muito bom poder recebê-lo neste estádio onde jogam nossos campeões. Mas hoje queremos dizer que, para nós, és o maior campeão e também o treinador da imensa equipe da Igreja”, afirmou o jovem milanês.

Angelo Scola, prelado ligado a Bento XVI, desejou que o “entusiasmo contagiante” do jovem dê ao Papa “sorriso, descanso e alegria”, em referência ao difícil momento que atravessa o Vaticano, que afeta profundamente o Papa, com a detenção de seu mordomo.

Joseph Ratzinger pediu que os jovens tenham a confiança cristã: “Permitam-me dizer que o Senhor, todos os dias, hoje também, os chama a fazer grandes coisas. A santidade é a vida normal para os cristãos, não está reservada a alguns eleitos”, disse.

Continua após a publicidade
Publicidade