Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Invasores do prédio da Oi deixam a Catedral Metropolitana

Grupo, formado por cerca de 100 pessoas, aceitou a proposta da Arquidiocese do Rio e foi levado para uma quadra coberta da Paróquia Nossa Senhora do Loreto, na Ilha do Governador

Por Da Redação 3 Maio 2014, 21h06

Acampados desde a Sexta-Feira Santa na Catedral Metropolitana do Rio, os invasores do terreno da Oi deixaram o local na tarde deste sábado. A Arquidiocese do município ofereceu alojamento na quadra coberta da Paróquia Nossa Senhora do Loreto, na ilha do Governador, na zona Norte do Rio.

Os ocupantes deixaram a Catedral Metropolitana, no centro da cidade, por volta das 15 horas, em quatro ônibus disponibilizados pela prefeitura. Na quadra da escola, eles usaram barracas para montar o acampamento, onde ficarão alojados até conseguir outro espaço de moradia. O local, segundo a Igreja, recebeu visitantes que participaram da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), no ano passado.

O grupo, formado por cerca de 100 pessoas, aceitou sair da Catedral Metropolitana após dias de negociação. Na sexta-feira, representantes da Igreja apresentaram três propostas de locais para transferência – além da Ilha do Governador, nos bairros de Coelho Neto e Pilares – a uma comissão formada por moradores. Eles visitaram os locais e decidiram pela quadra da Paróquia Nossa Senhora do Loreto, onde montaram barracas.

Falta de Segurança – A chegada do grupo à catedral, na Sexta-Feira Santa, levou a Arquidiocese do Rio de Janeiro a cancelar a encenação do Auto da Paixão de Cristo que seria realizada na Catedral Metropolitana, no Centro. Em nota, a Arquidiocese informou que a encenação foi cancelada por falta de segurança.

Leia também:

Protesto faz Igreja cancelar tradição da Sexta-Feira Santa

Invasores enfrentam policiais em reintegração de posse

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade