Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Indignados se manifestam em Madri a uma semana das eleições

Por Pedro Armestre 13 nov 2011, 12h51

Mil “indignados” se manifestam neste domingo em Madrid para pedir uma mudança do modelo político, contra a corrupção e os cortes públicos.

“Mudança de modelo já”, exibe o cartaz à frente da manifestação, que partiu ao meio-dia da Praça da estação Atocha, no centro de Madrid, e que está prevista para terminar na emblemática Porta do Sol, epicentro deste movimento, nascido em maio.

No final da manifestação, os organizadores vão decidir em assembleia um manifesto, com as propostas do movimento em “defesa do público, da participação cidadã” e pelo fim da corrupção.

Outros manifestantes gritavam lemas como “chamam de democracia o que não é”, “precisamos de uma greve geral” e “o povo unido jamais será vencido”, enquanto passavam pelo centro da capital espanhola.

As sondagens publicadas neste domingo nos jornais El País e Mundo, as últimas realizadas antes da eleição do dia 20 de novembro, apontam uma vitória histórica do Partido Popular (PP) de Mariano Rajoy.

O PP deve ganhar entre 192 e 196 deputados dos 350 do Congresso, segundo a sondagem da Metroscopia para o jornal El País. Este número pode chegar a 198, de acordo com a pesquisa realizada pela Sigma Dos para o Mundo.

Continua após a publicidade
Publicidade