Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Idosos correspondem a fatia maior da sociedade nos EUA

As pessoas maiores de 65 anos são uma parte cada vez maior da sociedade nos Estados Unidos, com um total de 40,3 milhões em 2010, informou o Escritório do Censo na quarta-feira.

Em apenas uma década, este grupo etário – que tinha 35 milhões de pessoas em 2000 – aumentou 15,1%, enquanto a população em seu conjunto aumentou 9,7%.

Em alguns subgrupos, o crescimento entre adultos maiores foi enorme: as pessoas com idades entre 85 e 94 anos tiveram um aumento de 29,9% (5,1 milhões com relação a 3,9 milhões 10 anos atrás), e 30,4% as pessoas entre 65 e 69 anos (12,4 milhões em comparação com 9,5 milhões há uma década).

Mas na faixa de 75 a 79 anos o número de pessoas diminuiu de 7,4 milhões para 7,3 milhões (-1,3%), o que reflete uma baixa taxa de natalidade na época da Depressão, no começo da década de 1930.

Os estados do sul do país concentram a maioria dos americanos com idade avançada: 14,9 milhões vivem ali em comparação com apenas 7,8 milhões no nordeste.

A Flórida, que devido às altas temperaturas é um destino lendário para os aposentados americanos, tem a maior proporção de pessoas idosas (17,3%) com relação, por exemplo, ao Alasca, onde apenas 7,7% da população são maiores de 65 anos, segundo dados do censo.

O número de centenários nos Estados Unidos, por sua vez, aumentou 5,8% em 10 anos.