Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Identificadas quatro vítimas da tragédia em Bertioga

Entre os mortos está uma menina de 2 anos. Helicóptero em que ela viajava com os pais caiu e explodiu no litoral paulista

Por Da Redação 27 dez 2014, 14h15

Quatro das cinco vítimas da queda de um helicóptero na manhã deste sábado, em Bertioga, no litoral paulista, foram identificadas, segundo o Corpo de Bombeiros. Os mortos são Marcelo Müller e Lumara Rocha Passos Müller, a filha do casal, Geórgia Müller, de 2 anos, e o piloto da aeronave, Thiago Yamamoto. Os bombeiros já sabem que a quinta vítima era a babá da criança, mas ainda não conseguiram confirmar a identidade dela. O casal e a menina foram identificados por meio de documentos encontrados nos destroços. Informações iniciais reportavam a morte de duas crianças na tragédia.

Marcelo Müller era um dos acionistas da Companhia Müller de Bebidas, que produz a cachaça 51, e Lumara trabalhava como diretora de vendas de um canal de televisão para salas de espera. Os dois eram de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo.

Facebook/Reprodução

A aeronave caiu por volta das 10 horas numa área de manguezal próxima do quilômetro 229 da rodovia Rio-Santos. Segundo os bombeiros, a área é de difícil acesso e os corpos ainda não haviam sido retirados no início desta tarde. As identidades das vítimas não foram divulgadas. A Polícia Militar afirma que quatro vítimas eram membros da mesma família.

Leia também:

Acidente com ônibus deixa oito mortos no Espírito Santo

Continua após a publicidade

O helicóptero era do modelo Esquilo, que tem capacidade de transportar cinco pessoas. De acordo com os bombeiros, a aeronave havia decolado do Guarujá e explodiu depois de cair. No momento da queda, o tempo era bom na região. A aeronave pertencia à empresa de Táxi Aéreo paulista Helimarte. Segundo o site da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a situação do helicóptero era regular.

A Helimarte, empresa de táxi aéreo que operava o voo, divulgou nota à imprensa afirmando que o helicóptero estava em “perfeitas condições” e que está colaborando com as investigações:

A Helimarte, consternada, vem a público infelizmente confirmar a ocorrência de acidente envolvendo a aeronave de nossa propriedade, modelo Esquilo prefixo PTHNC, que fazia o trajeto Guarujá-São Paulo, na manhã de hoje.

A empresa está colaborando com todos os procedimentos de resgate e apuração e informa que a aeronave estava em perfeitas condições de voo e aeronavegabilidade.

Profundamente compungida, a Helimarte lamenta a perda das vidas dos nossos passageiros e de nosso piloto e se solidariza com suas famílias.

Continua após a publicidade
Publicidade