Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Homem que confessou 39 mortes tenta suicídio em Goiás

Dentro da cela, o suspeito de assassinar mulheres em série no Estado quebrou uma lâmpada e cortou os pulsos com cacos de vidro

Por Andressa Lelli 16 out 2014, 15h43

O homem de 26 anos que confessou o assassinato de 39 pessoas nesta terça-feira tentou se matar nesta quinta dentro da cela na Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios de Goiânia, onde está preso há dois dias. A informação foi confirmada pelo delegado Norton Luis Ferreira.

No recinto equipado somente com uma cama de espuma desencapada, o vigilante Thiago Henrique Gomes da Rocha – tratado como serial killer pela polícia – quebrou uma lâmpada e cortou os pulsos com os cacos de vidro. Ele foi socorrido por bombeiros e ainda não há informações sobre seu estado de saúde. Na manhã desta quinta, ele seria apresentado na sede da Secretaria de Segurança Pública do Estado.

O vigilante foi preso na noite desta terça suspeito de ser autor dos misteriosos assassinatos em série de mulheres que ocorrem desde janeiro em locais públicos da capital goianense. A idade das vítimas varia entre 13 e 29 anos, a maioria delas morenas de cabelos longos que não tiveram nada roubado. A Polícia Civil de Goiás formou uma força-tarefa com mais de trinta integrantes – entre delegados, agentes e escrivães – para tentar elucidar os crimes.

Leia também:

Já são 18 os crimes em série investigados pela polícia em Goiás

Continua após a publicidade
Publicidade