Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Haddad proíbe placas oficiais em carros da prefeitura

Medida pretende evitar que motoristas de veículos oficiais se envolvam com infrações de trânsito, já que alguns abusavam da chancela oficial

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), assinou um decreto nesta quarta-feira no qual proíbe o uso de placas oficiais, identificadas com nomes de órgãos públicos, em automóveis da administração direta e indireta do município. A medida entra em vigor na próxima segunda-feira e tem o objetido de evitar o envolvimento dos carros oficiais com infrações de trânsito, já que alguns motoristas de veículos da prefeitura abusam da chancela oficial.

“O objetivo da medida é colocar fim à distinção entre veículos oficiais e comuns e reforçar mensagem de que todos os carros são iguais e devem cumprir as leis de trânsito”, afirmou a prefeitura em nota. Atualmente, há aproximadamente 150 placas chamadas de “autolacradas”, de cor preta, na cidade.

O texto altera um dos artigos do Decreto nº 29.431, de dezembro de 1990, que regulamenta a gestão de veículos do serviço público municipal e que permitia a utilização de placas nos carros destinados ao prefeito e aos secretários. O prefeito informou que dispensou o uso das placas oficiais nos deslocamentos desde o início do mandato, optando por veículos com chapa comum.

Leia também:

Haddad quer aumentar IPTU de imóveis vazios ou irregulares

MP e prefeitura de São Paulo cobram R$ 46 mi de líder da máfia do ISS

(Com Estadão Conteúdo)