Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Haddad e Alckmin vão aumentar tarifa de transporte para R$ 3,80

Passagens de ônibus, trens e metrô vão passar de R$ 3,50 para R$ 3,80 a partir do início do ano que vem

Por Da Redação 30 dez 2015, 10h29

O prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) e o governador Geraldo Alckmin (PSDB) vão reajustar as tarifas de ônibus, trens e metrô em São Paulo a partir de 9 de janeiro. As passagens unitárias vão subir de 3,50 reais para 3,80 reais. A tarifa com integração entre ônibus e trilhos aumentou de 5,45 reais para 5,92 reais.

O reajuste será de 8,57% e vai ficar abaixo da inflação, já que a previsão do IPC-Fipe é de 10,49%.

Os valores dos bilhetes únicos mensal e semanal devem continuar congelados em 140 reais e 38 reais, respectivamente.

Leia mais:

Estação da Luz segue sem previsão de reabertura

Presos beneficiados pela saída de Natal cometem crimes em SP

MP investiga propina paga a Corregedoria por donos de casas de bingo

O aumento acontecerá em ano de eleições municipais e pode significar um desgaste para Haddad, que vai tentar o segundo mandato. Em 2013, uma série de protestos marcou o anúncio de aumento nas tarifas de transporte público, que seria de 3 reais para 3,20 reais. Diante da crise, governo estadual e prefeitura resolveram recuar.

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade