Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Gurgel: João Paulo Cunha recebeu R$ 50 mil de Valério

Por Da Redação
3 ago 2012, 19h13

Por Ricardo Brito

Brasília – O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, afirmou nesta sexta que não há argumentos “minimamente aceitáveis” para justificar o fato de o ex-presidente da Câmara dos Deputados João Paulo Cunha (PT-SP) ter recebido R$ 50 mil de uma empresa de Marcos Valério que, pouco depois, venceu a licitação para prestar serviços de publicidade para a Casa Legislativa.

Gurgel relatou que Márcia Regina Cunha, mulher do deputado federal, esteve no dia 4 de setembro de 2003 na agência do Banco Rural em Brasília para receber R$ 50 mil em espécie. No dia 16 daquele mês, a agência de publicidade SMPB – que tem Marcos Valério como um dos sócios – ganhou a concorrência pública.

O procurador disse que a mulher de João Paulo admitiu, em depoimento, que repassou os recursos para o marido. Segundo Gurgel, o parlamentar, por sua vez, deu duas versões para o caso. A primeira delas é que sua mulher tinha ido à agência para pagar uma fatura de TV por assinatura. Posteriormente, ele disse que os recursos serviriam para custear pesquisas eleitorais em Osasco, base eleitoral do político.

Continua após a publicidade

“Essa versão, no entanto, não encontra respaldo nos autos”, rebateu Gurgel, lembrando que o “mais lógico” era se realizar uma operação de transferência bancária, caso o dinheiro fosse mesmo do Partido dos Trabalhadores e não de origem ilícita.

O chefe do Ministério Público disse que João Paulo Cunha desviou outros R$ 252 mil ao usar o dinheiro da subcontratação pela empresa de Valério da IFT, de propriedade do jornalista Luís Costa Pinto. A IFT, afirmou Gurgel, não teria prestado serviços para a Câmara. Ela teria sido usada apenas para pagar o salário do Costa Pinto, que trabalhou na campanha de 2002 de Cunha e era uma espécie de assessor do parlamentar. Ou seja, a subcontratação foi simulada.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.