Clique e assine a partir de 8,90/mês

Grupo em quarentena em Anápolis deve ter alta neste domingo

Isolamento previsto para 18 dias será encurtado para 14 por sucessivos resultados negativos na detecção do coronavírus

Por Nonato Viegas - 22 fev 2020, 14h28

O governo brasileiro aguarda os resultados de exames coletados para liberar já neste domingo, 23, as 34 pessoas repatriadas de Wuhan, o epicentro na China surto de coronavírus. Todos os testes até agora deram negativo, e a expectativa é que o último repita os anteriores.

Os militares da Base Aérea de Anápolis (GO), os brasileiros e chineses cumprem quarentena há duas semanas, se preparam para uma cerimônia, com a presença dos ministros Fernando Azevedo e Silva (Defesa) e Luiz Henrique Mandetta (Saúde).

O grupo de brasileiros e seus familiares chineses deixou, em aviões da Força Aérea Brasileira (FAB), a cidade Wuhan no último dia 9. Desde então, todos são monitorados por equipes médicas, que também estão em quarentena, para verificar se desenvolvem sintomas da doença Covid-19, provocada pelo novo coronavírus.

No Brasil, não há caso confirmado de contaminação pelo novo vírus. A quarentena foi fixada em 18 dias, quatro mais do que o tempo médio de incubação do vírus da Covid-19. Mas o tempo pode ser encurtado porque ficou mais rápido o processo de apuração resultado dos exames.

Continua após a publicidade
Publicidade