Clique e assine a partir de 9,90/mês

Greve de correios suspende Sedex 10 e Sedex Hoje

Por Da Redação - 14 set 2011, 17h00

Por Rafael Moraes Moura

Brasília – A deflagração da greve de funcionários levou os Correios a suspender três serviços de entrega com hora marcada – Sedex 10, Sedex Hoje e Disque Coleta -, informou nesta tarde o presidente da empresa, Wagner Pinheiro. Ontem, 34 dos 35 sindicatos filiados à Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) decidiram entrar em greve por “tempo indeterminado” após a realização de assembleias. A greve também atrasará a entrega de cartas.

“A empresa está convencida de que fez o melhor possível no sentido de evitar a paralisação, a empresa vem negociando há praticamente dois meses com reuniões periódicas a respeito do acordo coletivo”, disse Pinheiro, em entrevista concedida à imprensa. Segundo Pinheiro, 32% dos 109 mil funcionários dos Correios aderiram à paralisação – a adesão seria menor nas áreas administrativas e maior nas operacionais, com a maioria dos grevistas sendo composta por carteiros.

Os Correios ofereceram proposta que incluía R$ 800 de abono, reajuste de salário de 6,87% e aumento linear de R$ 50 a partir de janeiro de 2012. A Fentect rejeitou a oferta. A categoria reivindicava, entre outras coisas, aumento real de R$ 400, piso salarial de R$ 1.635 e vale refeição/alimentação de R$ 30 – os Correios ofereceram R$ 25.

Continua após a publicidade

“Nosso atendimento continua a existir, mas com precariedade na entrega das cartas. Vamos demorar mais para entregar cartas à população”, disse Pinheiro. “Enquanto a greve persistir, não há negociação. Estamos avaliando se devemos tomar alguma atitude jurídica ou não.”

Publicidade