Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Governo francês confirma resgate de mais 29 corpos do acidente da Air France

Em nota, representante diz aos familiares das vítimas que sequência de eventos da tragédia será detalhada na sexta-feira

Por Da Redação 24 Maio 2011, 17h22

As equipes de resgate da França já retiraram 29 corpos dos restos do avião da Air France que caiu no oceano Atlântico em 2009. A informação foi confirmada em nota pelo representante especial do governo francês junto às famílias das vítimas do voo AF 447, o diplomata Philippe Vinogradoff. Na época do acidente, 50 corpos haviam sido resgatados.

Segundo o representante francês, os peritos têm se esforçado para encontrar as vítimas do acidente. “Todas as peças do avião necessárias à investigação tendo sido recuperadas, a operação agora concentra-se exclusivamente sobre o resgate dos corpos”, afirma. A busca por corpos foi retomada em abril, quando o governo da França autorizou o navio enviado para recuperar pedaços do avião para facilitar na investigação da causa do acidente a tentar encontrar também restos mortais no fundo do mar.

Vinogradoff afirma ainda que o Escritório de Investigações e Análises (BEA), responsável por analisar as caixas-pretas do avião, poderá comunicar, nesta sexta-feira, a sequência de eventos que resultaram no acidente, primeiramente para os familiares dos 228 mortos. “Será apenas uma descrição, sem qualquer análise dos fatos e menos ainda das causas”, destaca o diplomata. “Quanto à determinação das responsabilidades, ela é da alçada exclusiva da investigação judiciária que decorre em paralelo”.

Confira a íntegra da nota:

Aos familiares e amigos das vítimas do acidente do voo AF 447.

Continua após a publicidade

1- Após a permutação em Dakar da tripulação e das equipes técnicas, o navio “Ile de Sein” chegou ao local do acidente no sábado 21 de maio, e o resgate dos corpos começou no próprio dia. Os peritos fazem todo o possível para resgatar os corpos que podem sê-lo, conforme os compromissos expressos pelos juízes encarregados da investigação na carta às famílias de 10 de maio passado. Até hoje, (nesta etapa) 29 vítimas puderam ser resgatadas.

Todas as peças do avião necessárias à investigação tendo sido recuperadas, a operação agora concentra-se exclusivamente sobre o resgate dos corpos.

2- O Bureau de Investigações e de Análises (BEA) declarou que poderá comunicar na sexta-feira 27 de maio a sequência dos eventos que resultaram no acidente. A comunicação do BEA será divulgada em prioridade às famílias das vítimas.

Será apenas uma descrição, sem qualquer análise dos fatos e menos ainda das causas, posto que a determinação das causas requer uma análise longa e complexa para chegar a recomendações de segurança. Quanto à determinação das responsabilidades, ela é da alçada exclusiva da investigação judiciária que decorre em paralelo.

Philippe Vinogradoff – Representante especial junto às famílias das vítimas do voo AF 447

Continua após a publicidade

Publicidade