Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Governo do Rio terá nova reunião com Dino sobre segurança no estado

Conforme anunciou ministro em suas redes sociais, encontro vai tratar do combate à lavagem de dinheiro pela criminalidade

Por Lucas Mathias 30 out 2023, 15h08

O governo do Rio voltará a se reunir nesta segunda-feira, 30, com o ministro da Justiça, Flávio Dino, em Brasília, em meio à crise na segurança pública do estado. Os encontros têm sido recorrentes desde o anúncio do reforço na segurança fluminense, com agentes da Força Nacional em rodovias federais. Desta vez, a agenda, marcada para as 18h, será sobre o grupo que une as esferas federal e estadual contra a lavagem de dinheiro no crime organizado. 

A ofensiva contra o braço financeiro do crime foi anunciada há cerca de uma semana, em coletiva no Rio com a presença do secretário-executivo do ministério, Ricardo Capelli. A intenção é descapitalizar as facções e milícias, provocando seu enfraquecimento por meio da inteligência. O anúncio do grupo, em conjunto com o governo federal, foi feito horas depois da operação que terminou com a morte de um miliciano da Zona Oeste da cidade, o que levou a uma retaliação com 35 ônibus incendiados. 

Em meio a uma sucessão de episódios que têm desgastado ainda mais a condução da segurança no Rio — desde as imagens de um treinamento de criminosos no Complexo da Maré, passando pela morte dos médicos e pelos veículos incendiados —, o governador Cláudio Castro tem buscado reafirmar um combate conjunto ao crime no estado, com o Ministério da Justiça. Empossado há pouco mais de dez dias, o secretário estadual de Polícia Civil, Marcus Amim, compartilhou em suas redes sociais foto em Brasília, ainda na manhã desta segunda-feira. 

Na última quinta, o secretário da Casa Civil do Rio, Nicola Miccione, já havia participado de reunião virtual com o diretor de Operações Integradas e Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), Romano Costa, para discutir os próximos passos do Gabinete Integrado de Lavagem de Dinheiro. Ficou definido, na ocasião, que a secretaria de Fazenda do estado, além da pasta de Miccione, participariam também do grupo, de modo a ampliar a base de dados para rastrear irregularidades. 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.